facebook

Calopsitas

05 junho 2010 0 comentários
De origem australiana a Calopsita é uma linda ave bastante difundida no mundo todo, inclusive aqui no Brasil já há bastante tempo. No seu habitat natural costuma viver em regiões desérticas, chegando a viajar quilômetros de distância, em bandos, a procura de alimento, próximo às águas dos rios.

De cor predominantemente cinza na Natureza, ao longo do tempo foram surgindo variedades de cores pelas mãos do Homem, o que chamamos de "mutações".

Seu jeito curioso e amigável, sua inteligência, a facilidade em reproduzir sons, assobiar, imitar palavras e de ser domesticada, faz com que, cada vez mais pessoas busquem nesse pássaro um animal de estimação. Veja a seguir algumas dicas de como melhor se relacionar com sua ave, e aprender um pouquinho a conhecê-la!

CARACTERÍSTICAS

Nome/Espécie:
Calopsita (no Brasil)
Caturra (em Portugal)
Cockatiel (na língua inglesa)
Perruche calopsitte (na língua francesa)
Lorito de Copete (na Espanha)

Família: Cacatuidae

Ordem: Psittaciformes

Origem: Nativos da Austrália, aonde podem ser vistos na natureza, vivem em regiões áridas e semi-áridas do país. Ave nômade, costuma voar em bandos acompanhando o ciclo das chuvas em busca de alimentos. A reprodução ocorre no período das chuvas, pois a criação de filhotes fica ajustada à disponibilidade de grãos e frutos justamente nessa época.

Caracteristicas: A calopsita é um pássaro que vem conquistando cada vez mais as pessoas pelo seu jeito amigável e interativo, principalmente quando domesticado. Apegam-se facilmente aos seus donos e os reconhecem de longe. Muito participativas e brincalhonas, são alegres e divertidas! É considerada uma ave sociável, pois convivem bem com algumas espécies menores, desde que instalados em espaço adequado.

Tamanho: 30 cm (em média, quando adultos)

Peso:
85-120 gramas

Longevidade:
variável, dependendo se na natureza ou em cativeiro, podem chegar a 25 anos aproximadamente.

Maturidade sexual: por volta dos 12 meses de vida

Reprodução: ano todo

Postura:
3 a 7 ovos (média)

Incubação: de 18 a 23 dias

Observação importante:
Pela legislação ambiental brasileira, a calopsita é considerada ave doméstica, conforme portaria nº 93 do Ibama.

Aves domésticas são aqueles que, através de processos tradicionais e sistematizados de manejo e melhoramento zootécnico, tornaram-se domésticos, possuindo características biológicas e comportamentais em estrita dependência do homem, podendo inclusive apresentar aparência diferente da espécie silvestre que os originou.

Portanto, a calopsita não é uma ave cuja criação, comércio e posse é controlado pelo IBAMA.

Calopsitas Mansas

0 comentários:

Postar um comentário